CuriosidadesEntretenimentoEquinos

Veja como fazer a limpeza dos cascos dos equinos

Os cascos dos cavalos são a única fonte de apoio durante o descanso, exercício físico e trabalho do animal

Foto: Reprodução

Se apresentam algum problema, por menor que seja, todas essas atividades serão comprometidas. Por isso, fazer a limpeza e manutenção adequada vai garantir cascos saudáveis e cavalos fortes.

Os cascos dos equinos devem ser inspecionados diariamente. Ao longo do dia pedras ou outros objetos podem ficar presos e causar incômodo. Para isso, usar o limpador de cascos e prestar atenção no caso de alguma alteração é fundamental. Na hora da limpeza, o médico veterinário Mathias Gaschler dá algumas dicas: “Os animais sempre devem ser manejados em um ambiente tranquilo e adequado, de preferência onde estejam habituados. Evite situações que lhes causem estresse como barulho, aglomeração de pessoas, presença cães e etc”.

Para animais agressivos a contenção pode ser necessária. Nesses casos o uso de troncos de contenção pode ajudar, além do “cachimbo” ou “pito”. Em casos extremos em que esses acessórios não ajudem, a contenção química pode ser considerada. Sempre a última opção, a contenção química é feita com base em sedativos e tranquilizantes, mas como toda droga anestésica,haverão efeitos colaterais. Para segurança do animal, esse método deve ser administrado apenas por um médico veterinário.

É preciso estar atento também para possíveis erros de casqueamento e ferração “Um cravo fixado de maneira inadequada, sola aparada em excesso, lesões na ranilha, ferraduras inadequadas e etc. Estas falhas normalmente são acidentais ou por falta de experiência de quem as executa” explica Mathias. Nesses casos um médico veterinário deve ser acionado para analisar o caso “Com o tempo essas alterações podem levar a sinovites (ovas), desmites (inflamações nos ligamentos), tendinites, problemas articulares e consequentemente claudicação”. Por isso, a limpeza e manutenção frequente, além do contato com um médico veterinário experiente podem ser a diferença entre cascos saudáveis e problemáticos.

Fonte/Créditos: Meio Rural

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *