AgropecuáriaBovinos

Preços do boi gordo têm tendência de alta

Valores praticados no mercado físico já sinalizam recuperação das cotações.

Foto: Reprodução Internet

Com a baixa oferta de animais observada no mercado de boi gordo nos últimos dias, os frigoríficos têm aumentado os valores ofertados para conseguir competir pelos lotes disponíveis e, assim, preencher as escalas, informa o Cepea/Esalq-USP.

Nesse cenário, os preços subiram em todos os segmentos na última semana. Entre 23 e 30 de agosto, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa do boi gordo (Estado de São Paulo) subiu 3,33%, para R$ 143,20 nessa quarta-feira (30).

De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), depois de uma grande “tempestade” na arroba do boi nos últimos meses, o mercado futuro indica uma melhora. Para os próximos seis meses, segundo o instituto, a BM&F/Bovespa demonstra uma reação nas cotações do boi gordo. E isso, acentua o Imea, já pode ser percebido no mercado físico, onde o valor da arroba chegou a R$ 123,02/@ no dia 25 de agosto, valor 6,47% maior que a média de jul/17.

Fonte/Créditos: Universo Agro

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *