Agropecuária

Preço do leite ao produtor apresenta baixa

Retração foi de sete centavos no mês de setembro, de acordo com a Média Brasil

O preço do leite em setembro, referente as entregas de agosto, apresentou uma queda de sete centavos. Esse valor foi observado considerando a “Média Brasil” líquida do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), que fechou o produto em R$ 1,4748/litro.

De acordo com os especialistas, o recuo está atrelado ao consumo enfraquecido de lácteos, que, por sua vez, registravam valores elevados, devido justamente à forte valorização no campo neste ano. Mesmo com essa baixa em setembro, a média ainda é 36% superior a do mesmo mês do ano passado, em termos nominais.

No acumulado da segunda quinzena de setembro, observada até o dia 26, mostrou uma desvalorização de 0,9% no leite UHT negociado entre indústria e mercado atacadista do Estado de São Paulo. Mesmo com um baixo volume de vendas, os especialistas relatam que os estoques estão baixos. Já os volumes negociados de leite spot seguem estáveis, indicando que a oferta ainda segue enxuta.

Um fator apontado pelos especialistas é a lenta recuperação da economia e a instabilidade do cenário político têm fragilizado o consumo, já que a demanda por lácteos só é estimulada quando o poder de compra do brasileiro aumenta. Esse cenário levou a necessidade de realizar promoções em agosto e setembro, resultando em queda no preço ao produtor neste mês.

A expectativa, segundo os especialistas, é de queda nas cotações ao produtor para os próximos meses, com pressão vinda tanto da demanda, que segue fragilizada, quanto da oferta, já que o retorno das chuvas favorece a produção.  Alguns fatores podem limitar esse possível crescimento da oferta, como o aumento dos custos de produção, especialmente por conta da valorização da ração.

 Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *