Agronegócio

PIB do agronegócio deverá cair 0,4% no ano

Principal motivo é a queda de preços verificada na pecuária e na agroindústria no 1º. trimestre

Foto: Reprodução Internet

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro deverá recuar 0,4% no ano, segundo cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, feitos em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), relativos aos resultados do primeiro trimestre.

Na agroindústria, tanto para o ramo agrícola quanto para o pecuário, pesquisadores do Cepea destacam a queda de preços reais médios ponderados no segmento, de 4% e 3,3%, respectivamente. Para o caso da indústria pecuária, variações de quantidade de algumas atividades ainda não foram consideradas devido à indisponibilidade de dados.

Já no segmento primário, a expectativa de produção no ramo agrícola segue em alta, aponta a análise do Cepea. No entanto, a média de preços real ponderada por segmento recuou 1,4% no ramo agrícola e 1,8% no pecuário, na comparação do primeiro trimestre de 2017 com o de 2016.

Essa piora na relação de preços levou à menor expectativa de crescimento da renda do segmento para o ano. Nas lavouras, de modo geral, as condições climáticas avaliadas até o momento têm se mantido favoráveis, o que, aliado a movimentos de expansão de área em culturas de peso relevante no agronegócio, levam a boas perspectivas para as safras de 2017.

Fonte/Créditos: Universo Agro

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *