Entretenimento

Ovos de plástico da China são vendidos no Brasil como alimento – é boato

Um vídeo mostra um suposto ovo feito de plástico que estaria sendo importado e comercializado em mercados, pondo os brasileiros em risco. Mas ele é falso

Em um vídeo que viralizou na internet, uma mulher brasileira alega que comprou ovos feitos de plástico, que seriam importados da China. Ela aponta supostas alterações na casca e na clara para “comprovar” sua tese, além de sugerir que algumas doenças poderiam decorrer da ingestão desses alimentos. E aí: é verdade ou Fake News?

Pra começo de conversa, o Brasil não importa ovos da China. “Nossa produção interna satisfaz o mercado tranquilamente”, assegura Helenice Mazzuco, zootecnista da Embrapa Suínos e Aves. Assim, como inúmeras cartelas de ovo de plástico viriam do outro lado do mundo e se espalhariam pelo Brasil se a importação sequer é registrada?

De volta ao ovo, a membrana mostrada no vídeo, que fica entre a casca e a clara, é perfeitamente natural. Não, não se trata de uma película de plástico.

“Essa membrana da casca, em um ovo embrionado, funciona como uma camada a mais de proteção. É também uma espécie de placenta, assim por dizer”, compara Helenice. Nos ovos não fecundados, ela permanece ali sem oferecer qualquer ameaça à saúde.

Ah, mas e a clara, que parece mais aquosa do que o normal no vídeo? Veja: com o tempo, as diferentes partes do ovo vão perdendo suas propriedades por interagirem entre si e com o ambiente. “Me parece, em resumo, um ovo velho, e não um de plástico”, resume Helenice.

Sobre a casca, que seria mais dura, não há nada de estranho. Primeiro porque a parte batida contra a mesa é justamente uma das mais resistentes. “Além disso, a própria alimentação do animal pode deixá-la mais firme”, analisa Helenice. Mais: não dá pra saber quanta força a mulher do vídeo está aplicando na casca.

Apesar das várias inconsistências, a empresa Perfa Alimentos (cuja embalagem aparece no vídeo) ainda se posicionou sobre o tema por meio do Facebook. “Apesar de acreditarmos que os consumidores conseguem perceber as inverdades do vídeo, o nome da empresa está sendo exposto de maneira indevida e ilegal, associando-a à uma fraude em produtos alimentícios e de origem animal. Diante desse fato, a Perfa Alimentos não só repudia notícias falsas, mas está tomando as medidas necessárias de identificação da origem do vídeo”, afirma.

Por último, cabe destacar que o vídeo já está sendo excluído de vários sites, como o Youtube.

Fonte/Créditos: Saúde.Abril.Com.Br

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *