NotíciasThamiris Bott

O que fazer se a Seguradora negar o ressarcimento de sua perda?

O clima é o principal fator de risco para a produção rural, por isso muitos produtores rurais visando minimizar suas perdas, contratam apólices de seguro rural.

Para esses seguros, há o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), que oferece ao agricultor a opção de segurar sua produção com custo reduzido, por meio de auxílio do governo federal.

Essa subvenção pode ser pleiteada por qualquer pessoa física ou jurídica que cultive ou produza espécies contempladas pelo programa, salvo os que já tenham a cobertura do Proagro ou Proagro mais.

O valor da subvenção pode ainda ser complementado pelos estados e municípios.

Tais seguros normalmente cobrem as perdas decorrentes de fenômenos meteorológicos, tais como, incêndio e raio, tromba d’água, ventos fortes, granizo, geada, chuvas excessivas, seca e variação excessiva de temperatura.

Ocorre que não raras as vezes diante da perda da lavoura ou parte dela, o produtor informa a ocorrência à Seguradora, para dar início ao trâmite do ressarcimento e esta o nega, mesmo tendo o produtor seguido todas as recomendações técnicas, bem como respeitado o zoneamento agrícola, técnicas de cultivo.

Nesse caso, o que fazer?

Quando da negativa, pode-se solicitar uma reanálise, se persistirem na negativa, o caminho é ingressar com Ação de cobrança de indenização de Seguro Agrícola, mas para isso estejam munidos de todos os documentos: apólice, cartas de respostas da seguradora, laudos periciais, laudo de acompanhamento de lavoura, informações das sementes utilizadas que atestem sua qualidade, análise de solo, dentre outros. Importante que sejam instruídos por profissional habilitado, para que haja análise específica e demonstração das medidas mais efetivas a serem tomadas no caso.

Texto escrito Por: Thamiris Bott Colunista do Portal Vida no Campo 

Acompanhe meu trabalho também pelo instagram @agronegociojuridico

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *