AgriculturaEconomia

Margens estão estreitas para o produtor de milho

De acordo com a Famasul, custos de produção estão bem elevados, as margens estão bem estreitas e a maioria está negativa..

Foto: Reprodução Internet

Durante o 4º Fórum Mais Milho, realizado na Exposição Agropecuária de Dourados (MS), no final da semana passada, o analista econômico da Famasul, Luiz Eliezer, apresentou o mapeamento dos custos de produção do milho no Mato Grosso do Sul.

“Analisamos tanto as variedades com tecnologia como a BT e BT+RR, quanto o milho convencional. Foi feita uma análise de 11 municípios, demonstrando quanto o produtor está gastando, o custo operacional efetivo dele, quanto de receita bruta ele precisa pra cobrir estes custos, entre outros fatores.”

Em sua exposição, o analista também destacou alguns dos principais custos que o produtor tem, como insumos, herbicidas, sementes e analisou os resultados positivos e negativos obtidos no Mato Grosso do Sul.

“A produtividade esperada em cada município é até boa, mas os custos estão bem elevados, as margens estão bem estreitas e a maioria está negativa. Quando analisamos a questão do desembolso, ainda é positiva ou está no limite. Quando analisamos a depreciação e a remuneração dos fatores, ficam bem negativos os resultados do milho aqui no MS.”

Fonte/Créditos: Universo Agro

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *