AgronegócioNotícias

Goiás registra recorde no abate de frangos em 2020

Resultado foi apresentado nesta quinta-feira (18/03) e reflete demanda registrada nos mercados interno e externo. Total registrado foi de 415,1 milhões de cabeças e representa aumento de 2,1% em relação a 2019

Um total de 415,1 milhões de frangos foi abatido no Estado de Goiás, no ano passado, conforme apontam as Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha, do 4º trimestre de 2020, divulgadas nesta quinta-feira (18/03) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A quantidade representa aumento de 2,1% em relação à 2019 e é considerado um recorde na comparação da série histórica.

Considerando o volume, foram 931,6 mil toneladas de carne de frango (carcaças) no Estado, que representa aumento de 0,9% em relação ao ano anterior. Com o resultado, Goiás ocupa a 6ª posição no ranking nacional da produção de frangos.

Em todo o Brasil, foram 6 bilhões de cabeças de frango abatidas (aumento de 3,3% em relação a 2019), total que é também considerado recorde histórico, desde que as pesquisas foram iniciadas em 1997.

“É um aumento considerável, sobretudo ocasionado pelo aumento na demanda interna e na procura internacional, visto que Goiás exportou 213 mil toneladas de carne de frango, no ano passado, o que representou aumento de 30,7% em comparação ao ano anterior”, analisa o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto. “A carne de frango esteve à frente das demais proteínas animais também em termos de competitividade e isso favoreceu, ainda, o consumo interno. Tivemos capacidade produtiva de atender as duas demandas, o que foi bastante positivo para o Estado, como um todo.”

Em relação às outras proteínas animais, Goiás registrou, em 2020, o abate de 2,8 milhões de cabeças de bovinos (750 mil toneladas) e de 1,9 milhão de cabeças de suínos (183,5 mil toneladas). O IBGE também divulgou a produção de ovos no  Estado, que foi de 212,4 milhões de dúzias; de leite cru adquirido, em um total de 2,5 bilhões de litros; e de couro bovino curtido, que foi de 3 milhões de unidades.

Comunicação Setorial da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) – Governo de Goiás

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *