Agricultura

Argentina deve ter aumento de 1% na safra de grãos em 17/18

Apesar dos excessos hídricos que afetaram grande parte da área agrícola e frustraram as intenções de plantio.

Foto: reprodução Internet

Um boletim elaborado por Sofía Corina e Emilce Terré, da Bolsa de Comércio de Rosario, afirma que a próxima safra de grãos na Argentina marcaria um novo recorde de produção a nível nacional.

Apesar dos excessos hídricos que afetaram grande parte da área agrícola e frustraram as intenções de plantio, sobretudo nas províncias de Buenos Aires e La Pampa, a área plantada deve aumentar em cerca de 500 mil hectares (ou 1,15%), para 32,7 milhões de hectares.

Com base nas médias de rendimento para os principais cultivos e também daqueles que possuem uma participação mais marginal, se projeta uma produção total de grãos de 127 milhões de toneladas para 2017/18, 1% acima da safra passada e 15% a mais do que há dois anos.

Neste total, destaca-se um aumento de 7% para o milho, que poderia cobrir uma superfície recorde de 6,3 milhões de hectares e um aumento de 5% para o girassol, de quase 2 milhões de hectares. O trigo, por sua vez, deve ter uma alta de 2%, a 5,45 milhões de hectares.

Por outro lado, a soja deve amargar uma queda de 2%, com apenas 18,7 milhões de hectares plantados. Isso se deve à baixa rentabilidade dos produtores na safra 2016/17 e também à forte rentabilidade que oferece o cultivo de milho.

Fonte/Créditos: Noticias Agrícolas

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *