Agropecuária

Amazonas pode ser reconhecido como zona livre com vacinação

No entanto, pecuaristas do Estados terão que cumprir alguns requisitos para conquistar o status

Foto: Reprodução

O Amazonas pode ser o próximo estado brasileiro a ser reconhecido com livre de febre aftosa com vacinação a partir de 2018. A informação é do diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Guilherme Marques.

Segundo o diretor do Mapa, o reconhecimento deve ser obtido em maio do ano que vem pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). O Estado também deve conquistar o status de livre de aftosa sem vacinação em 2020.

No entanto, para conquistar essas metas, o Mapa definiu alguns requisitos para serem cumpridos pela Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf). São eles: reforma de 11 unidades veterinárias locais (UVLs) e construção de seis Escritórios de Atendimento à Comunidade (EACs); aquisição ou redistribuição de veículos e canoas com motor para aparelhar as regiões de fronteira, do Médio Solimões e da área metropolitana.

Ainda de acordo com o ministério, já foram investidos, por meio de convênios mais de R$ 25 milhões em ações de erradicação da aftosa no Amazonas, nos últimos anos. Só em 2017, foram repassados R$ 3 milhões.

Fonte/Créditos: Universo Agro

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *