Agropecuária

Alta nos preços da carne bovina, mas paralisação do transporte preocupa

Os preços da carne bovina subiram 0,5% no atacado na semana passada.

O comportamento altista começou a empurrar para cima as cotações da carne bovina no final da primeira quinzena de abril e não parou mais.

Demanda absorvendo com alguma facilidade a oferta existente, mesmo sendo oferta de final de safra, que é normalmente mais dilatada, explica estas valorizações consecutivas.

Este é o retrato do que ocorreu no acumulado dos últimos sete dias. Mas há um fato novo no mercado, a greve dos caminhoneiros.

Isso tem afetado a compra de matéria-prima e também o escoamento da produção dos frigoríficos.

Ou seja, ao consumidor, isso traria alta aos preços. Para o produtor, pressão de baixa. Quanto mais “parada” ficar a frota de caminhões, mais baixista tende a ser a transição entre a safra e a entressafra do capim.

Fonte/Créditos: Noticias Agrícolas 

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *