Agropecuária

Alta do boi gordo no mercado futuro melhora rentabilidade

Para Assocon, valorização dos preços se deve a uma menor oferta de bois confinados no primeiro giro

Foto: Reprodução Internet

A recuperação dos preços do boi gordo no mercado futuro aumentou as expectativas de um volume maior de animais confinados em 2017. Os contratos com vencimento para outubro, por exemplo, já registraram alta de 12% nos últimos 30 dias. Nesta quinta-feira (27), o boi gordo fechou com a arroba no mercado futuro cotada em R$ 134, em média.

Segundo a Scot Consultoria, ainda é prevista uma redução no volume de animais confinados, mas os atuais preços no mercado futuro garantem uma margem de lucro aos confinadores. “Com o preço ao redor de R$ 133, a atividade já começa a ser atrativa aos pecuaristas”, explica o diretor da Scot Consultoria, Alcides Torres.

Para Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon) a movimentação de alta nos preços se deve ao menor número de animais confinados no primeiro giro, que aconteceu entre maio a julho, provocando uma queda na oferta de animais terminados entre agosto e outubro. Isso não significa, segundo a Assocon, que o confinamento vai ser um bom negócio em todas as regiões brasileiras porque a demanda ainda deve se manter fraca.

No ano passado, o Brasil confinou um pouco mais de 3,2 milhões de cabeças. Com a queda no preço do milho, a projeção no início do ano era do país confinar perto de cinco milhões de cabeças a mais que no ano passado. Porém, depois da Operação Carne Fraca, as expectativas diminuíram e o momento continua sendo de cautela, explicam os analistas.

Fonte/Créditos: Universo Agro

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *