Entretenimento

13 filmes de faroeste da nova geração, confira:

Os principais “novos clássicos” do gênero do faroeste para quem nunca deixou de lado a paixão pelo “velho oeste”

Filmes dos últimos 25 anos que retratam o gênero do faroeste com maestria (Foto: Reprodução)

Realizados ao longo dos últimos 25 anos, esses “novos clássicos” chegam para comprovar que o faroeste segue muito vivo. Confira a lista completa abaixo!

1 – Os jovens pistoleiros (EUA, 1988). Direção: Christopher Cain

Clássico: a história do inesquecível Billy, “The Kid” (Foto: Reprodução)

Você conhece Billy, “The Kid”? Uma das maiores lendas do faroeste americano também ganhou sua adaptação no cinema. E foi em ‘Os jovens pistoleiros’ que Billy e sua turma encenaram um dos melhores filmes do gênero. Com um elenco de dar inveja (Kiefer Sutherland, Emilio Estevez e Lou Diamond Phillips), o longa foi tão bem que inclusive ganhou a sequência ‘Jovens Demais Para Morrer’.

2 – Dança com lobos (EUA, 1990). Direção: Kevin Costner

Kevin Costner em ‘Dança com lobos’, um filme de muita emoção (Foto: Reprodução)

Neste longa dirigido e protagonizado por Kevin Costner, conhecemos a história de um jovem soldado do exército americano que se aproxima da cultura indígena Sioux. “Menos” faroeste do que outros filmes dessa lista, “Dança com Lobos” traz um lado novo e muito interessante do Meio-oeste norte-americano. Destaque para o lobo e o cavalo, personagens inesquecíveis na história do cinema. Emocionante!

3 – Jovens demais para morrer (EUA, 1990). Direção: Geoff Murphy

O bando está de volta! ‘Jovens demais para morrer’ é outro “novo clássico” do faroeste (Foto: Reprodução)

No filme que dá sequência à história de Billy, “The Kid”, o grupo retorna para o seu último acerto de contas. Mais uma vez, os “Jovens demais para morrer” marcam a história do faroeste e a memória dos fãs. Detalhe: o cantor John Bon Jovi e do jovem ator Viggo Mortensen estão no filme!

4 – Os imperdoáveis (EUA, 1992). Direção: Clint Eastwood

O mito Clint Eastwood atuou e dirigiu um dos melhores filmes de faroeste da história (Foto: Reprodução)

Um dos melhores filmes da carreira de Clint Eastwood como ator e diretor, ‘Os Imperdoáveis’ conta a história de um pistoleiro aposentado que decide voltar à ativa para vingar uma mulher, vítima da brutalidade de um grupo de saqueadores. Com Eastwood, Morgan Freeman e Gene Hackman no elenco principal, o longa levou para casa quatro estatuetas do Oscar. Simplesmente imperdível. Um clássico do faroeste – e do cinema.

5 – Bater ou correr (EUA, 2000). Direção: Tom Dey

Comédia e aventura na medida certa! (Foto: Reprodução)

Fugindo bem das características duras e até cruéis do gênero, ‘Bater ou correr’ é praticamente uma paródia sobre o “velho oeste” norte-americano. Mesmo assim, a comédia traz Owen Wilson e Jackie Chan em aventuras bem engraçadas. Vale para quebrar o gelo!

6 – Pacto de justiça (EUA, 2003). Direção: Kevin Costner

Mais uma vez, Kevin Costner dirige um filme no “velho oeste” norte-americano (Foto: Reprodução)

Kevin Costner volta a dirigir e atuar em ‘Pacto de justiça’. Na história, um poderoso vaqueiro ameaça todos aqueles que querem tirar seu poder na cidade em que vive. Cansados disso, um grupo de justiceiros decide enfrentá-lo. Um faroeste “às antigas”!

7 – Desaparecidas (EUA, 2004). Direção: Ron Howard

Muita emoção em ‘Desaparecidas’, longa com Cate Blanchett (Foto: Reprodução)

Com a cara do meio-oeste dos Estados Unidos, Tommy Lee Jones e Cate Blanchett estrelam ‘Desaparecidas’. O filme conta a história de uma família de relações complicadas que tem a caçula sequestrada por um psicopata. Com elenco forte e um roteiro e tanto, não dá para perder!

8 – O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford – (EUA, 2007). Direção: Andrew Dominik

Brad Pitt irretocável em sua interpretação de Jesse James (Foto: Reprodução)

No complexo filme sobre Jesse James, um dos mais conhecidos fora da lei da história norte-americana, Brad Pitt está carismático e imprevisível. No filme, o personagem descobre que seus inimigos lançam uma corrida em sua captura. No entanto, mal sabia Jesse James que a maior ameaça morava ao lado – com um dos homens em que mais confiava.

9 – Appaloosa – Uma Cidade Sem Lei (EUA, 2008). Direção: Ed Harris

As feras Ed Harris e Viggo Mortensen no longa ‘Appaloosa, a cidade sem lei'(Foto: Reprodução)

Ed Harris e Viggo Mortensen formam uma dupla de pistoleiros contratados para cuidar da cidade de Appaloosa, conhecida como “cidade sem lei”. O longa ainda conta com Renée Zellweger e Jeremy Irons no elenco. Mais um que trata das origens do gênero em novos tempos.

10 – Os indomáveis (EUA, 2008). Direção: James Mangold

Imperdível, Christian Bale e Russell Crowe em ‘Os indomáveis’, mais um filme para não esquecer (Foto: Reprodução)

No longa, Christian Bale vive o personagem de um jovem rancheiro que enfrenta dificuldades financeiras e está prestes a perder as terras onde vive com sua família. Do outro lado, o ladrão de bancos interpretado por Russell Crowe é pego pela polícia. Para tentar pagar suas dívidas, o rancheiro aceita fazer parte de grupo responsável por levar o criminoso até uma estação de trem. No entanto essa não será uma tarefa fácil, já que os demais integrantes de seu bando estão vindo para resgatar o ladrão.

11 – Bravura indômita (EUA, 2011). Direção: Ethan Coen, Joel Coen

O longa ganhou o olhar dos Irmãos Coen neste fidedigno remake (Foto: Reprodução)

Os renomados Irmãos Coen trazem Jeff Brigdes, Hailee Steinfeld, Josh Brolin e até Matt Damon para recontar a história do clássico estrelado por John Wayne em 1969. Uma nova interpretação – de peso – para um filme que nunca será esquecido. Agora na memória por duas vezes!

12 – Rango (EUA, 2011). Direção: Gore Verbinski

Animação deixou de ser criança faz tempo. Mais uma prova disso: Rango (Foto: Reprodução)

E quem disse que o faroeste não tem lugar na animação? Foi em ‘Rango’, um filme que conta a história de um camaleão da cidade grande que vai parar em pleno velho oeste que aquele sentimento nostálgico dos tempos de ‘Ligeirinho’ volta à tona. Para coroar a linda – e plenamente adulta – obra de Gore Verbinski, uma dublagem de Johnny Depp, um dos maiores “camaleões” de Hollywood.

13 – Django livre (EUA, 2013). Direção: Quentin Tarantino

Quentin Tarantino faz o que bem entende em ‘Django Livre’, um lindo retrato sobre os Estados Unidos (Foto: Reprodução)

Assim como Robert Rodriguez, Quentin Tarantino é um diretor de estranhas peculiaridades – não é à toa que se dão tão bem. Mas em ‘Django livre’, seu último filme, o diretor encontra um campo infinito para fazer o que mais gosta: homenagear o cinema. Refilmando ‘Django’, western spaghetti dos anos 60, Tarantino convida Jamie Foxx para o papel do escravo liberto que, acompanhado do caçador de recompensas alemão Dr. King Schultz (Christoph Waltz), tem a chance de procurar sua esposa, ainda escrava. Um filme à altura dos maiores clássicos do faroeste.

 

Fonte/Créditos: Globo Rural

Tag

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *